sábado, 22 de outubro de 2016

Saiba mais sobre os chamados "guerreiros imortais" Persas


Conheça um pouco mais sobre o grupo de elite Persona que eram conhecidos por serem chamados de imortais.

Segundo historiadores e lendas os guerreiros persas imortais, eram uma unidade de elite composta sempre de até 10 mil homens, sem mais ou menos, se algum deles era morto em combate, logo a mesma quantidade de aprendizes ganhava o cargo de soldados, como seus números nunca diminuíam eles ganharam a fama de serem imortais, já que todos usavam a mesma vestimenta e normalmente escondiam seu rosto, para fazer parte dessa unidade de elite era necessário que o guerreiro fosse nascido na Persa e fosse treinado desde criança, sofrendo uma lavagem cerebral para que sua vida fosse considerada dispensável em nome da nobreza, normalmente ele era descendente de uma família cujos membros masculinos eram treinados como guerreiros de elite.

O exercito persa era considerado um dos maiores da antiguidade porem longe dos números dados nas lendas dos 300 de Esparta, apesar disso sua tecnologia era bem inferior a grega, já que usavam escudos de madeira o que não era muito efetivo contra as espadas e lanças dos espartanos, ao invés disso ele tentava intimidar seu inimigo com o tamanho de seu exercito, que nas lendas tinham 3 milhões, mas para historiadores era em torno de 250 mil a 500 mil, mesmo assim era um numero bem superior aos 300 de Esparta ou o exercito de todas as nações gregas da época juntas, os imortais tinham privilégios de levar junto com cada um deles servos e concubinas durante suas missões de guerra, o que normalmente fazia o exercito parecer ainda melhor, já que cada guerreiro imortal podia levar normalmente cerca de 50 pessoas com ele entre servos e concubinas, muitos exércitos inimigos se rendiam meramente ao olhar o tamanho do exercito Persa.

O treinamento dos guerreiros imortais era o mais complicado e árduo dentre todas as tropas Persas por razões obvias, eles começam desda infância e durava até completarem normalmente 18 anos, porem um aprendiz se fosse parte da elite dos aprendizes poderia se tornar um guerreiro antes disso caso um dos guerreiros imortais morresse em combate, coisa que normalmente acontecia, eles eram todos especializados em duelos com espadas, arquearia, hipismo, combates com lanças, escudos, sem falar de até coisas como agricultura, seu ultimo teste depois de se provar em combate deveria ser domar um cavalo selvagem que seria usado por ele em combate, eles continuariam como guerreiros imortais até os 50 anos, quando os mais velhos se tornariam generais ou professores de novos guerreiros imortais, para se divertir e provar seu valor eles caçavam animais selvagens usando apenas lanças como Leões, panteras e tigres, mas não para se alimentar deles ou usar sua pele, apenas para provar que eram corajosos, as peles eram usados como decoração.
Resultado de imagem para Persians immortals
(como provavelmente seria o exercito de guerreiros imortais na vida real)

As armas leves que os guerreiros imortais usavam eram feitas desse modo para serem utilizados a cavalo, assim aumentando a capacidade de sua cavalaria, mas na maior parte das representações na mídia eles não usavam cavalos, porem na vida real eles eram conhecidos por sua cavalaria, eles inclusiva usavam bigas protegidas com metal para usar como blindados em ataques, eles usavam também como cavalaria animais selvagens como elefantes, camelos e até rinocerontes, mas somente se esses animais tivessem sido domados, nesse caso o guerreiro imortal que domasse tais animais era considerado especial mesmo nessa unidade de elite e somente ele poderia usar tais animais como montaria, suas armas favoritas eram suas lanças que era de bronze ou ferro em suas pontas, os especializados em lanças se destacavam entre os soldados dos guerreiros imortais e eram a guarda pessoal de elite do imperador, guardando o palácio e eram mestres de usar as lanças em combate direto como uma arma branca, todos os imortais usavam múltiplas armas,  já que suas proteções e armas erem leves tinham mais capacidade de carregar diversos tipos de armas variadas, assim eles podiam atuar em táticas variadas de guerra como diversos tipos de unidades.

As flechas persas só eram efetivas até 120 milhas de distancia, porem isso era efetivo devido ao numero de arqueiros, praticamente todos do exercito persa incluindo os guerreiros imortais usavam arco e flecha, tornando praticamente impossível o exercito inimigo se defender totalmente da chuva de flechas por cima deles, todos soltavam flechas até que todas acabassem, em seguida a infantaria atacava nos soldados que sobraram do exercito inimigo, graças ao tamanho de seu exercito os Persas foram um dos maiores impérios existentes conquistando quase todo o mundo conhecido de sua época, conquistando quase toda a Asia, parte da Africa e da Europa.

A Arma favorita dos guerreiros imortais era na verdade um machado curto que eles usavam juntos de sua técnica de combate com escudo, como o machado era leve poderia ser usado com uma mão e assim com a outra usavam o seu escudo, tornando mais eficiente em combate, tanto a cavalo quanto a pé, os guerreiros imortais eram treinados também em combate psicológico, criando maneiras de intimidar seus inimigos para assim não precisarem lutar, quando o imperador Persa começou uma guerra para casar com a filha de um Faraó do Egito provavelmente em 525 antes de cristo uma guerra começou, quando os guerreiros persas descobriram que os egipcios cultuavam gatos e uma deusa que tinha cabeça de gato, eles decidiram colocar gatos nos seus escudos e juntar uma quantidade de gatos para andar juntos com eles, para assim mostrar que a divindade do imperador estava com a deusa gato ou tinha controlado ela, assim muitos egípcios se recusaram a lutar e ferir os gatos ou fugiram, isso fez com que a conquista fosse muito mais fácil, o imperador Persa forçou a filha do Faraó a se casar, matou o pai dela e se declarou alem de imperador também Faraó.
Hamza El Kahir foi um imortal membro dos guerreiros imortais Persas

Em Highlander a serie de tv, Hamza El Kahir foi mestres e primeiro professor de diversos imortais como Duncan Macleod, Iman Fasil e Kassim, sendo ele treinado como guerreiro imortal persona até a sua primeira morte em 645 antes de cristo em batalha, porem acabou morto por Xavier Saint Clound para proteger Duncan Macleod em 1653 depois de cristo, sendo considerados por muitos um dos melhores espadachins conhecidos, ele inclusive sabia que se lutasse naquela época quando Xavier estava em seu auge morreria, sabendo que poderia ficar mais forte no futuro tentou fugir, porem Duncan se recusou a fugir e queria desafiar Xavier, sabendo que Duncan com certeza perderia mas que tinha um potencial em ser um grande guerreiro, decidiu salvar a vida de Duncan e lutar no lugar dele, o que acabou resultando em sua morte nas mãos de Xavier que nos anos 90 ironicamente mais tarde seria morto por Duncan Macleod.

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Samurais: Os guerreiros colecionadores de cabeças

Hideo Koto
(Hideo Koto em 1778, um samurai que apareceu na serie Highlander)
Poucas pessoas sabem, mas uma das principais características dos samurais era o fato de colecionarem cabeças, os samurais foram um grupo de cultistas guerreiros, cuja filosofia, religião e  artes marciais se misturavam, porem uma das suas maiores atribuições era a caça as cabeças de seus oponentes, quanto mais poderoso ou famoso fosse seu oponente maior era o valor da cabeça deles, ao qual eles distribuíam dinheiro entre seus servos que os acompanhassem em batalhas, eles então colocavam essas cabeças para exibição e assim intimidar seus inimigos, seu poder vinha do controle de território e ganho do comercio agrícola, eles eram em maioria considerados nobres, apesar de existir casos de samurais plebeus ou de outras culturas que eram ensinados na arte e "adotados" por um samurai ou Shogun ou Xogun, eles criaram inclusive bolsas especiais para coletar cabeças famosas chamadas de Kubibukuro, alguns samurais tentavam enganar seus superiores com cabeças de outras pessoas ou seja cabeças falsas, criou-se então um sistema para verificar se a cabeça realmente pertencia ao do inimigo desejado, era necessário outro samurai para dar sua palavra que a cabeça era de quem pertencia e alem da espada do inimigo (que normalmente tinha iniciais da família), também um anel ou selo, ou outra prova de que a cabeça era de quem falava, como por exemplo um bastão de guerra que era usado para comandar guerreiros durante a guerra, caso a cabeça fosse confirmada ela era anotada no livro das cabeças que era um registro de todas as cabeças cortadas e entregues.

Na cerimonia de coleta de batalhas, todas as cabeças eram reunidas pelo exercito vencedor e levantadas em um grito de comemoração, algumas vezes servos roubavam as cabeças de inimigos abatidos quando eles estavam distraídos, para prevenir isso eles colocavam nas sacolas de cabeças e as deixavam bem próximos a eles para garantir que não fosse roubada, após a batalha a cerimonia da inspeção da cabeça era feita, as cabeças eram apresentadas ao seu superior ou senhor, uma cerimonia era feita para defender todos de espíritos malignos, monges praticavam uma forma de oração para proteção, depois da confirmação o resto era mandado de volta aos inimigos em forma de respeito pelo inimigo, a palavra do samurai era considerado um de seus valores mais importantes, pois ele não só representava ele, mas todos que vieram antes dele e todos que vão surgir depois dele na sua família, suas promessas podiam ser feitas com sangue ou em uma especie de papel sagrado, se um samurai fugisse da batalha tudo que ele possuía (incluindo sua família) seria dividido com o resto do seu grupo, o mesmo acontecia com os seus servos, caso eles servissem sua família poderia crescer junto com a família do samurai, mas caso fugissem em batalha todos seriam caçados por eles.
Duncan MacLeod aprende o estilo samurai com Hideo Koto
Na serie Highlander é mostrado que em 1778 Duncan MacLeod naufragou de um navio, ele desperta no Japão, onde é encontrado pelo samurai Hideo Koto que estava sendo atacado, ele tenta ajudar Hideo Koto e acaba sendo protegido por ele em sua casa, ele acaba revelando que é um imortal para Hideo, que ensina a ele o estilo samurai e em troca faz com que Duncan faça um juramento de eternamente proteger sua família, porem pelo fato de proteger um estrangeiro naquele tempo o seu Shogun ou Xogun manda ele expulsar Duncan de sua casa e fazer um ritual de suicídio para manter a honra de sua família, após isso Duncan MacLeod fica com sua Katana que seria vital a sua sobrevivência no jogo dos imortais, bem como o conhecimento do estilo samurai.