quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Highlander:Primeiras imagens da nova revista

             
Então, saiba um pouco mais sobre a revista de Brian Ruckley(roteiro) e Andrea Mutti(arte)
Os imortais de Highlander vão voltar nos quadrinhos em agora um universo coeso, que pode ou não adotar a serie de tv, mas vai levar em consideração como base somente o primeiro filme de 1986.

Com o sucesso dos doze números de Highlander pela Dynamite e uma mini serie, agora  IDW conseguiu os direitos para fazer uma serie de quadrinhos, que vai se basear no primeiro filme de 1986, porem Connor MacLeod não será o ultimo, mas continuará enfrentando outros imortais, quando perguntada se a popular serie de tv dos anos 90 vai ser utilizada, a editora disse que em parte, mas que poderemos ver novamente Duncan MacLeod (aprendiz e compatriota de Connor), 

O escritor escocês Brian Ruckley vai ficar nos roteiros da revista, que vai ter diversos flashbacks mostrando como Connor MacLeod chegou nos EUA e o modo que ele esconde sua imortalidade das outras pessoas, tentando dar um clima parecido com o primeiro filme, já a arte ficará por conta de Andrea Mutti que fez as propagandas da revista.


terça-feira, 22 de novembro de 2016

Diretor Chad Stahelski fala sobre dirigir o reboot Highlander

A search for new scribes to work with Stahelski is about to get underway.
Chad Stahelski recentemente assumiu como Diretor do Reboot de Highlander

O diretor que ficou conhecido pelo filme John Wick aceitou dirigir o reboot de Highlander pela Lionsgate, em entrevista o diretor disse que é fã da franquia desdo tempo em que era adolescente e viu nos cinemas, segundo o diretor o filme para ele foi espetacular repleto de temas como amor, imortalidade, coragem e heroísmo, sem falar de uma mitologia espetacular criada, em seguida disse que entendeu o problema da franquia, já que o primeiro filme é completamente fechado, porem falou que a serie de tv conseguiu honrar a franquia, mas que todas as continuações do primeiro filme no cinema foram de medianas para fracas, porem o diretor não quis comentar a respeito do roteiro e qual historia vai seguir.

Neal H. Moritz e Peter Davis (que ficou conhecido pela serie de tv dos anos 90 de Highlander) vão ser os produtores, supostamente esse será o primeiro filme da franquia com um grande orçamento, a Lionsgate bem como a Universal estão apostando alto em criar uma franquia com Highlander.

A historia do primeiro filme contava sobre o imortal  Connor MacLeod, um imortal escocês de quase 500 anos que sobreviveu até o dia do encontro, onde os últimos imortais receberiam o premio que seria todos seus desejos realizados, mas que o ultimo deles deveria guiar a humanidade, no primeiro filme Connor recebe o premio e decide se tornar mortal, porem tem a capacidade de ler mentes e "fazer as pessoas se entenderem, conseguindo a paz", porem as continuações tanto nas series de tv, filmes quanto animações dizem que Connor nunca ganhou o premio, sendo assim a luta dos imortais continuava.

No filme Highlander 4 (que não foi o ultimo da franquia) Connor MacLeod ofereceu sua cabeça para seu aprendiz Duncan MacLeod, para assim um deles ser forte o suficiente para vencer o vilão do filme, porem o reboot dos quadrinhos que serão lançados oficialmente como a cronologia oficial são focados em Connor, provavelmente indicado que o personagem ainda vai estar vivo ou será usado como personagem principal do filme.

No Anime Highlander: Em busca de Vingança, o personagem principal é Colin MacLeod, um imortal com mais de mil anos que anda pelos séculos procura por um imortal que matou todos que ama, o anime fez sucesso nos EUA e Japão em vendas de DVD, esquentando projetos para um jogo de vídeo game e o reboot da franquia, lançando em 2007 pode também ser usado como uma das fontes para o reboot da franquia.

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Highlander vai voltar nos quadrinhos


Os imortais de Highlander vão voltar nos quadrinhos em agora um universo coeso, que pode ou não adotar a serie de tv, mas vai levar em consideração como base somente o primeiro filme de 1986.

Com o sucesso dos doze números de Highlander pela Dynamite e uma mini serie, agora  IDW conseguiu os direitos para fazer uma serie de quadrinhos, que vai se basear no primeiro filme de 1986, porem Connor MacLeod não será o ultimo, mas continuará enfrentando outros imortais, quando perguntada se a popular serie de tv dos anos 90 vai ser utilizada, a editora disse que em parte, mas que poderemos ver novamente Duncan MacLeod (aprendiz e compatriota de Connor), 

O escritor escocês Brian Ruckley vai ficar nos roteiros da revista, que vai ter diversos flashbacks mostrando como Connor MacLeod chegou nos EUA e o modo que ele esconde sua imortalidade das outras pessoas, tentando dar um clima parecido com o primeiro filme, já a arte ficará por conta de Andrea Mutti que fez as propagandas da revista.

O Sucesso das vendas da versão especial de 30 anos nos EUA, fez os imortais voltarem a ser populares, aumentando as chances de um reboot, mas por enquanto a produção está engavetada apesar de um diretor já ter sido escolhido.

A IDW prometeu que a revista será uma das sua linha mensal ou seja vai criar uma nova cronologia para Highlander que pode ser usada na nova reformulação dos personagens na sua adaptação para o cinema, por isso fique ligado.

sábado, 22 de outubro de 2016

Saiba mais sobre os chamados "guerreiros imortais" Persas


Conheça um pouco mais sobre o grupo de elite Persona que eram conhecidos por serem chamados de imortais.

Segundo historiadores e lendas os guerreiros persas imortais, eram uma unidade de elite composta sempre de até 10 mil homens, sem mais ou menos, se algum deles era morto em combate, logo a mesma quantidade de aprendizes ganhava o cargo de soldados, como seus números nunca diminuíam eles ganharam a fama de serem imortais, já que todos usavam a mesma vestimenta e normalmente escondiam seu rosto, para fazer parte dessa unidade de elite era necessário que o guerreiro fosse nascido na Persa e fosse treinado desde criança, sofrendo uma lavagem cerebral para que sua vida fosse considerada dispensável em nome da nobreza, normalmente ele era descendente de uma família cujos membros masculinos eram treinados como guerreiros de elite.

O exercito persa era considerado um dos maiores da antiguidade porem longe dos números dados nas lendas dos 300 de Esparta, apesar disso sua tecnologia era bem inferior a grega, já que usavam escudos de madeira o que não era muito efetivo contra as espadas e lanças dos espartanos, ao invés disso ele tentava intimidar seu inimigo com o tamanho de seu exercito, que nas lendas tinham 3 milhões, mas para historiadores era em torno de 250 mil a 500 mil, mesmo assim era um numero bem superior aos 300 de Esparta ou o exercito de todas as nações gregas da época juntas, os imortais tinham privilégios de levar junto com cada um deles servos e concubinas durante suas missões de guerra, o que normalmente fazia o exercito parecer ainda melhor, já que cada guerreiro imortal podia levar normalmente cerca de 50 pessoas com ele entre servos e concubinas, muitos exércitos inimigos se rendiam meramente ao olhar o tamanho do exercito Persa.

O treinamento dos guerreiros imortais era o mais complicado e árduo dentre todas as tropas Persas por razões obvias, eles começam desda infância e durava até completarem normalmente 18 anos, porem um aprendiz se fosse parte da elite dos aprendizes poderia se tornar um guerreiro antes disso caso um dos guerreiros imortais morresse em combate, coisa que normalmente acontecia, eles eram todos especializados em duelos com espadas, arquearia, hipismo, combates com lanças, escudos, sem falar de até coisas como agricultura, seu ultimo teste depois de se provar em combate deveria ser domar um cavalo selvagem que seria usado por ele em combate, eles continuariam como guerreiros imortais até os 50 anos, quando os mais velhos se tornariam generais ou professores de novos guerreiros imortais, para se divertir e provar seu valor eles caçavam animais selvagens usando apenas lanças como Leões, panteras e tigres, mas não para se alimentar deles ou usar sua pele, apenas para provar que eram corajosos, as peles eram usados como decoração.
Resultado de imagem para Persians immortals
(como provavelmente seria o exercito de guerreiros imortais na vida real)

As armas leves que os guerreiros imortais usavam eram feitas desse modo para serem utilizados a cavalo, assim aumentando a capacidade de sua cavalaria, mas na maior parte das representações na mídia eles não usavam cavalos, porem na vida real eles eram conhecidos por sua cavalaria, eles inclusiva usavam bigas protegidas com metal para usar como blindados em ataques, eles usavam também como cavalaria animais selvagens como elefantes, camelos e até rinocerontes, mas somente se esses animais tivessem sido domados, nesse caso o guerreiro imortal que domasse tais animais era considerado especial mesmo nessa unidade de elite e somente ele poderia usar tais animais como montaria, suas armas favoritas eram suas lanças que era de bronze ou ferro em suas pontas, os especializados em lanças se destacavam entre os soldados dos guerreiros imortais e eram a guarda pessoal de elite do imperador, guardando o palácio e eram mestres de usar as lanças em combate direto como uma arma branca, todos os imortais usavam múltiplas armas,  já que suas proteções e armas erem leves tinham mais capacidade de carregar diversos tipos de armas variadas, assim eles podiam atuar em táticas variadas de guerra como diversos tipos de unidades.

As flechas persas só eram efetivas até 120 milhas de distancia, porem isso era efetivo devido ao numero de arqueiros, praticamente todos do exercito persa incluindo os guerreiros imortais usavam arco e flecha, tornando praticamente impossível o exercito inimigo se defender totalmente da chuva de flechas por cima deles, todos soltavam flechas até que todas acabassem, em seguida a infantaria atacava nos soldados que sobraram do exercito inimigo, graças ao tamanho de seu exercito os Persas foram um dos maiores impérios existentes conquistando quase todo o mundo conhecido de sua época, conquistando quase toda a Asia, parte da Africa e da Europa.

A Arma favorita dos guerreiros imortais era na verdade um machado curto que eles usavam juntos de sua técnica de combate com escudo, como o machado era leve poderia ser usado com uma mão e assim com a outra usavam o seu escudo, tornando mais eficiente em combate, tanto a cavalo quanto a pé, os guerreiros imortais eram treinados também em combate psicológico, criando maneiras de intimidar seus inimigos para assim não precisarem lutar, quando o imperador Persa começou uma guerra para casar com a filha de um Faraó do Egito provavelmente em 525 antes de cristo uma guerra começou, quando os guerreiros persas descobriram que os egipcios cultuavam gatos e uma deusa que tinha cabeça de gato, eles decidiram colocar gatos nos seus escudos e juntar uma quantidade de gatos para andar juntos com eles, para assim mostrar que a divindade do imperador estava com a deusa gato ou tinha controlado ela, assim muitos egípcios se recusaram a lutar e ferir os gatos ou fugiram, isso fez com que a conquista fosse muito mais fácil, o imperador Persa forçou a filha do Faraó a se casar, matou o pai dela e se declarou alem de imperador também Faraó.
Hamza El Kahir foi um imortal membro dos guerreiros imortais Persas

Em Highlander a serie de tv, Hamza El Kahir foi mestres e primeiro professor de diversos imortais como Duncan Macleod, Iman Fasil e Kassim, sendo ele treinado como guerreiro imortal persona até a sua primeira morte em 645 antes de cristo em batalha, porem acabou morto por Xavier Saint Clound para proteger Duncan Macleod em 1653 depois de cristo, sendo considerados por muitos um dos melhores espadachins conhecidos, ele inclusive sabia que se lutasse naquela época quando Xavier estava em seu auge morreria, sabendo que poderia ficar mais forte no futuro tentou fugir, porem Duncan se recusou a fugir e queria desafiar Xavier, sabendo que Duncan com certeza perderia mas que tinha um potencial em ser um grande guerreiro, decidiu salvar a vida de Duncan e lutar no lugar dele, o que acabou resultando em sua morte nas mãos de Xavier que nos anos 90 ironicamente mais tarde seria morto por Duncan Macleod.

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Samurais: Os guerreiros colecionadores de cabeças

Hideo Koto
(Hideo Koto em 1778, um samurai que apareceu na serie Highlander)
Poucas pessoas sabem, mas uma das principais características dos samurais era o fato de colecionarem cabeças, os samurais foram um grupo de cultistas guerreiros, cuja filosofia, religião e  artes marciais se misturavam, porem uma das suas maiores atribuições era a caça as cabeças de seus oponentes, quanto mais poderoso ou famoso fosse seu oponente maior era o valor da cabeça deles, ao qual eles distribuíam dinheiro entre seus servos que os acompanhassem em batalhas, eles então colocavam essas cabeças para exibição e assim intimidar seus inimigos, seu poder vinha do controle de território e ganho do comercio agrícola, eles eram em maioria considerados nobres, apesar de existir casos de samurais plebeus ou de outras culturas que eram ensinados na arte e "adotados" por um samurai ou Shogun ou Xogun, eles criaram inclusive bolsas especiais para coletar cabeças famosas chamadas de Kubibukuro, alguns samurais tentavam enganar seus superiores com cabeças de outras pessoas ou seja cabeças falsas, criou-se então um sistema para verificar se a cabeça realmente pertencia ao do inimigo desejado, era necessário outro samurai para dar sua palavra que a cabeça era de quem pertencia e alem da espada do inimigo (que normalmente tinha iniciais da família), também um anel ou selo, ou outra prova de que a cabeça era de quem falava, como por exemplo um bastão de guerra que era usado para comandar guerreiros durante a guerra, caso a cabeça fosse confirmada ela era anotada no livro das cabeças que era um registro de todas as cabeças cortadas e entregues.

Na cerimonia de coleta de batalhas, todas as cabeças eram reunidas pelo exercito vencedor e levantadas em um grito de comemoração, algumas vezes servos roubavam as cabeças de inimigos abatidos quando eles estavam distraídos, para prevenir isso eles colocavam nas sacolas de cabeças e as deixavam bem próximos a eles para garantir que não fosse roubada, após a batalha a cerimonia da inspeção da cabeça era feita, as cabeças eram apresentadas ao seu superior ou senhor, uma cerimonia era feita para defender todos de espíritos malignos, monges praticavam uma forma de oração para proteção, depois da confirmação o resto era mandado de volta aos inimigos em forma de respeito pelo inimigo, a palavra do samurai era considerado um de seus valores mais importantes, pois ele não só representava ele, mas todos que vieram antes dele e todos que vão surgir depois dele na sua família, suas promessas podiam ser feitas com sangue ou em uma especie de papel sagrado, se um samurai fugisse da batalha tudo que ele possuía (incluindo sua família) seria dividido com o resto do seu grupo, o mesmo acontecia com os seus servos, caso eles servissem sua família poderia crescer junto com a família do samurai, mas caso fugissem em batalha todos seriam caçados por eles.
Duncan MacLeod aprende o estilo samurai com Hideo Koto
Na serie Highlander é mostrado que em 1778 Duncan MacLeod naufragou de um navio, ele desperta no Japão, onde é encontrado pelo samurai Hideo Koto que estava sendo atacado, ele tenta ajudar Hideo Koto e acaba sendo protegido por ele em sua casa, ele acaba revelando que é um imortal para Hideo, que ensina a ele o estilo samurai e em troca faz com que Duncan faça um juramento de eternamente proteger sua família, porem pelo fato de proteger um estrangeiro naquele tempo o seu Shogun ou Xogun manda ele expulsar Duncan de sua casa e fazer um ritual de suicídio para manter a honra de sua família, após isso Duncan MacLeod fica com sua Katana que seria vital a sua sobrevivência no jogo dos imortais, bem como o conhecimento do estilo samurai.

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Highander 1x07 Review


Decidi fazer review dos episodio de Highlander a serie de TV, como são uma porrada de episódios vou fazer somente dos episodio do top 10 de cada temporada em ordem cronológica, espero que curtam, você pode conferir o top 10 aqui, bem como ver o episodio online dublado e mais detalhes sobre os personagens dele aqui ou ver o restante da 1 temporada aqui.


O Episodio foi exibido em 14 de novembro de 1992, foi um dos primeiros episódios que se passaram fora da área urbana da cidade fictícia de Seacouver (onde se passa alguns episódios da serie e a maioria da 1 temporada), Tessa acaba descobrindo gravuras rupestres em uma reserva florestal fora dos limites da cidade, partindo lá para registrar elas, pois podem ser uma descoberta histórica, ela é então sequestrada pelo imortal Caleb Cole que cria uma gangue de criminosos filhos adotivos, ele se apaixona por ela e diz que vai convencer ela a ser sua mulher, Tessa diz que já é casada e que seu marido vai vir atrás dele, mas Caleb não liga acreditando que ele é apenas um mortal, depois de Tessa demorar horas, Duncan decide saber o que está acontecendo e vai no local que Tessa disse que ia, lá ele encontra um xerife e policiais, que afirmam que ela foi sequestrada por uma gangue de criminosos locais que conhecem a floresta mais do que qualquer pessoa, sendo quase impossível rastrear eles, porem Duncan diz que vai atrás de sua mulher, apesar do xerife ser contra, Duncan acaba tendo um Flashback da primeira vez que ele foi para aquela floresta onde conheceu o imortal Carl que ensinou a ele como rastrear e sobreviver em qualquer floresta, em troca Duncan lhe ensinaria a lutar.
(Tessa encontra o imortal Caleb Cole e sua gangue de mortais treinados por ele)

Duncan encontra Caleb Cole e o seu grupo de mortais treinados armados com rifles e pistolas que o atacam, atirando nele que em seguida pula em um despenhadeiro e desaparece, eles procuram por ele, mas não o encontram, como Caleb sentiu a presença de Duncan sabia que ele é um imortal, apesar de Duncan ter escapado Caleb pegou sua Katana o que complicou mais ainda as coisas, em uma cachoeira Duncan acaba encontrando um cadáver com a cabeça cortada, só restando os ossos que ele reconhece mesmo assim sendo o imortal Carl que lhe ensinou a sobrevivência, acreditando que foi Caleb que o matou, Duncan então usa sua habilidade para rastrear o grupo liderado por Caleb, no meio dessa confusão Tessa começa a usar sua inteligencia para manipular o grupo, fazendo Caleb matar todos seus filhos adotivos, facilitando assim Duncan confrontar Caleb.
Carl
(O imortal Carl )

Duncan finalmente consegue rastrear Caleb Cole e o encontra nas margens de um rio, porem quando Caleb ia usar sua arma tessa interfere dando tempo de Duncan pegar o Machado de Caleb, os dois acabam lutando e parece uma luta bem equilibrada com Caleb usando uma Katana e Duncan usando um machado, mas com um golpe de sorte Duncan consegue vencer (afinal é o herói da serie), Tessa e Duncan voltam para a cidade, com o Xerife ainda acreditando que o bando está a solta.
Highlander the Series - Mountain Men 25
(Duncan  MacLeod luta contra Caleb Cole)

Curiosidades:
Marc Singer que interpreta Caleb Cole quase foi Connor Macleod no 1 filme de Highlander, mas perdeu o papel para Christopher Lambert, após Kurt Russel deixar a produção, já que Russel iria interpretar Connor MacLeod mas em cima da hora recusou o papel.

O machado de Caleb Cole é encontrado pelos observadores e é deixado em um quarto com diversos artefatos de imortais confrontados por Duncan MacLeod, onde mais tarde Duncan encontra Joe para conversarem sobre os observadores.

Duncan parece ter pego o machado para si, já que ele aparece ao fundo em diversas cenas da serie no Dojo que Duncan compra mais tarde na serie.
Nota 7,5

terça-feira, 27 de setembro de 2016

A Ordem dos Cavaleiros de Malta: Essa ordem foi responsável pela criação dos primeiros hospitais públicos e inspirou a Cruz Vermelha

Ficheiro:Coat of arms of the Sovereign Military Order of Malta (variant).svg
 A Ordem de Malta ou Cavaleiros Hospitalários (oficialmente Ordem Soberana e Militar Hospitalária de São João de Jerusalém, de Rodes e de Malta) é uma organização internacional católica que começou como uma ordem beneditina fundada no século XI na Palestina, durante as Cruzadas, mas que rapidamente se tornaria numa ordem militar cristã, numa congregação de regra própria, encarregada de assistir e proteger os peregrinos àquela terra e de exercer a Caridade.  Tinha como padroeiro São João Esmoler (550-619), patriarca de Alexandria. Em Face às derrotas e consequente perda pelos cruzados dos territórios na Palestina, a ordem passou a operar a partir da ilha de Rodes, onde era soberana, e mais tarde desde Malta, como Estado vassalo do Reino da Sicília.  Atualmente Malta é um país independente e considerado neutro em todo os conflitos como a Suíça, a Ordem de Malta é uma organização humanitária soberana internacional, reconhecida como entidade de direito internacional. A ordem dirige hospitais e centros de reabilitação. Possui 12.500 membros, 80.000 voluntários permanentes e 20.000 profissionais da saúde associados, incluindo médicos, enfermeiros, auxiliares e paramédicos. Seu objetivo é auxiliar os idosos, os deficientes, os refugiados, as crianças, os sem-teto e aqueles com doença terminal e hanseníase (esta a par com a Ordem de São Lázaro), atuando em cinco continentes do mundo, sem distinção de raça ou religião, foi graças a ela que começou a surgir os chamados hospitais públicos mantidos com associação entre Igreja e Estado, que até hoje existem.


O nome completo oficial é Ordem Soberana e Militar Hospitalária de São João de Jerusalém, de Rodes e de Malta, ou, em italiano, Sovrano Militare Ordine Ospedaliero di San Giovanni di Gerusalemme di Rodi e di Malta. Convencionalmente, é também conhecida como Cavaleiros Hospitalários ou Ordem de Malta. A ordem tem um grande número de conventos e associações locais ao redor do mundo, mas também existe um certo número de organizações com semelhantes nomes sonantes que não estão relacionados, incluindo diversas ordens que procuram capitalizar sobre o nome.  Na heráldica eclesiástica da Igreja Católica Romana, a Ordem de Malta é uma das duas únicas (sendo a outra a Ordem do Santo Sepulcro), cuja insígnia pode ser exibida em um brasão de armas clerical (Leigos não têm nenhuma restrição).

A Fundação da Cruz Vermelha foi inspirada na Ordem de Malta:

A organização foi fundada por iniciativa de Jean Henri Dunant, em 1863, sob o nome de Comitê Internacional para ajuda aos militares feridos, (ver: saúde militar) designação alterada, a partir de 1876, para Comitê Internacional da Cruz Vermelha, sendo inspirada nos trabalhos realizados pela Ordem de Malta.  A assistência aos prisioneiros de guerra teve grande avanço a partir de 1864, quando foi realizada a Convenção de Genebra, para a melhoria das condições de amparo aos feridos, e em 1899, quando foi realizada a Convenção de Haia, que disciplinava as "normas" de guerra terrestre e marítima.
Sean Burns e Duncan MacLeod
Na Ficção:
Na serie de tv  Highlander Duncan MacLeod fez parte da Cruz Vermelha, bem como conheceu imortais que fizeram parte da antiga Ordem de Malta e mais tarde também como parte da Cruz Vermelha, Sean Burns foi um deles atuando inicialmente como medico, mas depois como psiquiatra e psicologo.

No Jogo Age Of Empires III um dos protagonistas do jogo foi membro da ultima ordem dos Cavaleiros de Malta, que foi a Ordem dos Cavaleiros de São João que existem até hoje e atuam de forma humanitaria.